Setembro amarelo: saúde mental na terceira idade

Tudo que nós queremos é ter uma vida longa e saudável. Alcançar a longevidade é uma meta a ser alcançada, visando corpo e mente saudável.

No Brasil a expectativa de vida está muito alta, e cada vez mais observamos idosos que moram sozinhos, ficando muito tempo isolados longe do convívio da família e dos amigos. Esse isolamento, pode gerar transtornos mentais como a depressão.

Recentemente estudos publicados pela Fundação Oswaldo Cruz, apontou uma crescente no crescimento de idosos com transtornos mentais. Segundo á pesquisa 29,7% dos idosos apresentam algum tipo de transtorno mental, as mulheres idosas são as mais afetadas, principalmente aquelas com mais de 80 anos e com menor escolaridade e renda.

Esses dados apontam um alerta para importância de dar maior atenção á saúde mental da pessoa idosa.

Diversos fatores influenciam á saúde mental do idoso como, processo natural da idade, falta de diagnostico clinico ou medicação inadequada. Isso é muito preocupante por pode comprometer a saúde, autonomia, independência e o bem- estar do idoso.

Principais transtornos mentais da terceira idade

  • Depressão – o idoso se sente tristeza profunda, desanimo e perda de apetite, que pode ser um fator determinante para o surgimento de doenças crônicas e a mortalidade do idoso.
  • Demência – o principal sintoma é a perda de memória, bastante comum nessa faixa etária causado pela degeneração dos neurônios, resultando no enfraquecimento da memória. Porém quando os episódios se tornam mais intensos á atenção deve ser redobrada, impedindo o idoso de morar sozinho levando á perda da independência e da autonomia do idoso.
  • Mal de Alzheimer – Essa síndrome tem caráter crônico e progressivo, atinge diretamente o funcionamento das funções cerebrais, resultando em demência, perda do raciocínio e redução das funções cognitivas.

Durante o período de isolamento social, resultante da pandemia pela covid-19 o isolamento social da terceira idade tomou maiores proporções, apresentando um aumento no numero de idosos tristes e deprimidos.

Medidas que podemos tomar para reduzir o impacto do isolamento social no idoso

  • Converse diariamente com o idoso, mesmo que seja através das redes sociais, demonstrando interesse pelos assuntos que ele conversa.
  • Procure jogar algum tipo de jogo com ele, ou de á eles caça palavras, cruzadinha, jogo da memória que além de ajudá-lo á passar o tempo, retirando o foco dos noticiários, irá prevenir a perda de memória.
  • Reforce para o idoso que o isolamento nesse momento é necessário, mas intensifique que será passageiro e que ele ficará bem.
  • Incentive o idoso á fazer exercícios, uma caminhada no quintal ou mesmo o alongamento será importantíssimo para á saúde do idoso.
  • Oriente á ele sobre a importância de tomar banho de sol, poucos minutos por dia (15 á 30 minutos por dia) será suficiente para manter os níveis adequados de vitamina D, no idoso.
  • Deixe que o idoso expressar seus desejos e opiniões, mantendo sua autonomia. Sempre que necessário ofereça ajuda, mantendo a rotina do idoso confortável.
  • Fique atento se o idoso esta se alimentando adequadamente, isso fará toda a diferença para que o idoso mantenha as defesas do organismo, e não adoeça.

Como o idoso possui uma perda gradativa das funções neurológicas, que levam ao desenvolvimento dos transtornos mentais mais comum, como demência e mal de Alzheimer á suplementação  ou ingestão de alimentos ricos em Omega 3, que é um Neuroprotetor das funções cerebrais  será essencial para manter os neurônios do idoso mais saudável, evitando assim o surgimento de transtornos mentais.

Que tal aprender uma deliciosa receita, fonte de Ômega 3?

Escabeche de sardinha Fonte de ômega 3

 

INGREDIENTES

 

1 kg de sardinhas limpas e abertas com as espinhas (cálcio)

1 copo de vinagre de sua preferência

1 copo de óleo de girassol ou azeite

2 cebolas em rodelas

2 tomate em rodelas

Sal a gosto

Pimenta do reino

Cebolinha verde picada

4 dentes de alho cortado em fatias finas

3 folhas de louro

Azeitonas para enfeitar e endívia para enfeitar

 

MODO DE PREPARO

1-Tempere as sardinhas com sal e alho amassado e deixe marinar por 15 minutos, enquanto prepara os ingredientes.

2-Arrume na panela de pressão como se estivesse fazendo uma lasanha. Alternando uma Camada de cebola, depois sardinha (pitadinha de sal), depois tomates, depois cebola, depois sardinha, depois tomate etc.

3-Por último coloque o copo de vinagre e o copo de óleo.

4-Cozinhe na pressão por 20 minutos, em fogo baixo.

Atenção: Não abra á panela antes de estar fria, pois pode desmanchar as sardinhas.

Sirva com torradas ou pãezinhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *