3 passos para começar um projeto de inovação na sua empresa

Quando se fala em projeto de inovação, é comum pensar em desenvolver um novo produto, uma grande mudança na empresa, algo totalmente inventivo ou nunca visto antes.

Porém, o conceito de inovação é mais simples. Qualquer coisa que mude uma maneira de agir ou de fazer é considerado uma inovação, não precisa ser necessariamente novo ou exclusivo, basta apenas ser útil.

1° passo – entender a necessidade do projeto

É preciso saber se realmente é necessário. Mudanças são constantes e na maioria das vezes bem-vindas, mas mudanças exigem esforços e recursos para serem executadas e, por isso, antes de se quer começar um projeto é necessário entender se realmente há a necessidade que este seja feito. Não basta apenas um diretor decidir que precisa, é necessário ter um estudo por trás para que isso não acarrete em um possível fiasco que acabará trazendo pessimismo para projetos futuros.

Metodologias de pesquisa podem ajudar a identificar a real necessidade de um projeto; SWOT e SCAMPER são bons exemplos e fáceis de aplicar.

2° passo – como e o que fazer

A inovação está presente em tudo, seja no setor, no produto ou na empresa como um todo. Inovar é pensar além, pensar em um jeito novo ou diferente que trará melhorias para empresa e por isso saber o que fazer é necessário, muitas pessoas sabem que as coisas precisam mudar, identificam o que está errado, mas não apontam qual o caminho certo, não sabem o que e nem como, por isso tarefas de benchmark são bem-vindas, pois entender como as outras empresas do mercado se comportam pode ajudar a elaborar uma melhoria que esteja de acordo com as tendências, porém isso não pode virar uma cópia, porque acabará deixando a empresa com um aspecto de genérico. É interessante saber como os outros fazem, mas é importante ter identidade própria, então ao saber o que fazer, basta apenas planejar.

3° passo – planejamento de ação

Após identificar a real necessidade e o que precisa ser feito, é preciso planejar a ação, que é o momento em que se desenha como ocorrerá as etapas do projeto. É importante ter datas e designações claras e objetivas, e também ter um responsável pelo projeto, que será a pessoa que supervisionará e saberá identificar quando partir para o plano B, ou como dito no meio empresarial “pivotar”. A execução é uma das partes mais críticas de um projeto, não há tempo para pausas não programadas e por isso é necessário antecipar tudo o que pode dar errado e evitar errar o máximo possível.

Um projeto não pode ter início antes de estar tudo planejado e aprovado. Saber as partes mais propensas à falha e ter as datas para conclusão ou datas de cada etapa são primordiais. O ideal é que todas as pausas de um projeto sejam programadas para que não haja surpresas, dependendo do tamanho do projeto, é interessante adotar o modelo de sprints (ciclos de dias ou semanas em que os trabalhos sobre projeto são mais intensos e focados).

Toda mudança gera impacto em algum cliente (interno ou externo), então é preciso saber lidar com críticas e sugestões e planejar no pós-projeto uma avaliação com o objetivo de mensurar os erros e acertos no andamento e na conclusão do projeto, para que sirva de exemplo para projetos futuros.

Um comentário em “3 passos para começar um projeto de inovação na sua empresa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *