A nutrição na prevenção da enxaqueca

A enxaqueca é uma desordem neurológica, que causa dor de cabeça intensa e pode vir acompanhada de sensibilidade a luz, náuseas e até vômitos. As causas não são bem estabelecidas, mas alterações hormonais, problemas imunológicos e doenças pré-existentes podem ser gatilhos para surgir às famosas crises.

Os tratamentos farmacológicos são fundamentais, porém a alimentação é uma aliada para conviver melhor com a doença. Um estudo realizado na Austrália com mulheres que apresentavam enxaqueca mostrou que a utilização de vitamina B9 diminuiu a severidade dos sintomas e frequência dos episódios. A riboflavina foi outra vitamina que ganhou destaque, pois também reduziu esses eventos de dores intensas.

Assim, usar e abusar dos vegetais verdes-escuros, legumes, cereais integrais e oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas) é fundamental para garantir as vitaminas do complexo e ficar longe das temidas crises de enxaqueca.

Manter os níveis de vitamina D em ordem é outro fator de proteção. Um recente estudo apontou que pacientes que apresentavam sintomas recorrentes de enxaqueca ao aumentar os níveis de vitamina D tiveram uma redução no tempo do sintoma. Por isso, capriche na ingestão de ovos e peixes e tome alguns minutinhos de sol todos os dias.

O uso de ômega-3 e curcumina apontou uma redução nos marcadores inflamatórios de pacientes com enxaqueca, levando a uma diminuição dos sinais e sintomas da doença. Então, abuse no consumo de peixes marinhos, azeite, açafrão e gengibre para garantir tais benefícios.

Shot anti enxaqueca:

½ copos de água de coco

1 colher (café) de gengibre em pó

1 colher (café) de açafrão

Preparo:

Misture tudo e consuma em dias de dores intensas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *