O primeiro passo da educação financeira

Você já pensou em como dar o primeiro passo em direção à sua educação financeira? Apesar de parecer um verdadeiro “bicho de sete cabeças”, dar o ponta-pé para uma vida financeira estável e organizada é muito mais fácil do que se imagina.

Para iniciá-la é preciso saber diagnosticar, fazer uma fotografia da sua situação financeira, em que você observar o lugar de cada elemento, com calma, fazer uma análise e encontrar, finalmente, o que define o equilíbrio nas suas finanças.

Primeiro passo: diagnosticar

Para conseguir isto é essencial colocar na ponta do lápis para onde vai cada centavo do seu dinheiro. Anote, durante trinta dias, seus gastos divididos por tipos de despesas. Se eu lhe perguntasse agora qual foi o seu gasto com o supermercado ou o combustível no mês passado, você saberia me responder ou não?

Para que saiba isso e muito mais, coloque num papel tudo com o que gastou durante o mês. Organize as despesas em categorias como farmácia, conta de luz, água, alimentação, transporte, educação ou gastos extras, por exemplo.

Em seguida, reveja se tudo que você gastou durante o mês é realmente essencial ou apenas a satisfação de um desejo momentâneo. Analise seus costumes, comportamentos e mude seus hábitos. Pergunte-se sempre antes de efetuar uma compra: “Realmente cabe no meu bolso?”.

A sua planilha é o seu diagnóstico bem nas suas mãos. Você pode controlar sua entrada e saída de dinheiro, estabelecendo um uso cada vez melhor da sua renda e iniciando da maneira correta uma educação financeira de qualidade e resultados claros.

Refaça com frequência

Vale ressaltar que é essencial refazer o diagnóstico com frequência, anotando suas despesas mensais sempre que houver uma alteração nos seus ganhos. Aprenda a melhor administrar seus ganhos e suas despesas, e mantenha um equilíbrio entre eles.

A partir desse momento, com o diagnóstico financeiro, fica mais fácil reduzir seus gastos. É por meio dele que você terá acesso a todas suas informações financeiras, inclusive quais são as oportunidades de diminuir as despesas que mais se destacaram.

Tenha muito mais consciência e controle do seu dinheiro com uma visão geral dos seus gastos, e isso vai trazer, juntamente com outras medidas, a tão sonhada estabilidade financeira.

Fique de olho aqui no Cooper Gente, em breve você vai ter mais conteúdo para continuar a sua caminhada pela educação financeira. Tem alguma dúvida que precisa esclarecer ou pode contar como tem sido a sua experiência? Deixe seu comentário ou envie sua mensagem pelas nossas redes sociais.

3 comentários em “O primeiro passo da educação financeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *