Chuchu, motivos para incluir na sua alimentação

Muitas pessoas questionam sobre o valor nutricional do chuchu. Enquanto alguns o resumem as vitaminas A, B e C: Água, Bagaço e Casca ou então dizem que o vegetal é o quarto estágio da água. Brincadeiras a parte, o fato é que ele bem feito tem seu valor. Isto porque, o legume possui baixo índice glicêmico, boa quantidade de fibras e é um excelente repositor de eletrólitos.

Chuchu e a vitamina C

Outro motivo para incluir o alimento na preparação no seu cardápio, é a presença de vitamina C e zinco, que ativam o sistema imunológico e reforçam ainda mais a saúde.

O legume ainda é fonte de luteolina, a qual inibe a produção de mediadores inflamatórios neurotóxicos e consequentemente ajuda a prevenir problemas relacionados a memória, como a perda dela.

Efeito na memória e aprendizagem

A apigenina também tem grande efeito sobre a memória, porém ela ainda influencia na aprendizagem e preserva as células do cérebro. Dessa forma, alguns pesquisadores acreditam que este nutriente pode ser uma alternativa futura para o tratamento de doenças neurodegenerativas.

Engana-se quem pensa que os benefícios do chuchu param por aí, o vegetal concentra o manganês, um mineral fundamental para obtenção de energia. Sem contar os teores de potássio, que favorece o equilíbrio do sódio e auxiliam no controle da pressão arterial.

Cozido, refogado, salada, suflê com casca ou sem, o importante é soltar a imaginação e incluir o chuchu na sua alimentação para se beneficiar de todos esses nutrientes.

 

Chuchu assado

Ingredientes:

2 chuchu

1 ramo de alecrim

1 colher (sopa) de azeite

Sal e pimenta a gosto

Preparo:

Lave o chuchu, despreze a parte branca (interna) e mantenha a casca. Corte em palitinhos e disponha em uma forma antiaderente. Acrescente os temperos, cubra com papel manteiga e asse a 180 ºC por 25 minutos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *