Os chás trazem benefícios à saúde?

Os chás são bebidas de sabor e aroma super agradável, possuem grande aceitação pela maioria da população, sendo a bebida mais consumida no mundo. Cerca de 3 bilhões de toneladas de chás são produzidos anualmente no mundialmente.

Os chás são uma bebida de cultivo milenar, com os primeiros registros no ano 200 a.C. A primeira referência que temos catalogada, está no livro chinês I Ching que relata as primeiras evidências das propriedades medicinais dos chás na saúde. A utilização das plantas na prevenção, tratamento e cura de doenças, é uma das mais antigas práticas medicinais da humanidade.

Os chás e a fitoterapia

Atualmente essa pratica é aplicada na fitoterapia, que consiste no uso de plantas medicinais, em suas diferentes formas, infusão, decocção  e maceração sem a utilização de substâncias ativas isoladas, ainda que de origem vegetal.

A primeira erva aromática, usada no preparo dos chás, foi a Caméllia sinensis, um arbusto nativo da China, com presença de flores semelhantes ás flores das camélias. Sabe -se que, uma única espécie de planta possui inúmeras propriedades químicas como polifenóis, alcalóides e minerais, o que confere ao chá uma infinidade de aromas  e sabores, dependendo da forma de cultivo e forma de preparo do chá.

Tipos de chás

Os chás são classificados em 4 tipos: branco, verde, oolong e vermelho, todos eles possuem origem na Caméllia sinensis, e cada tipo de chá traz benefícios diferentes á saúde.

  • Chá branco: antioxidante; reduz a incidência de doenças cardiovasculares, o câncer e a obesidade.
  • Chá verde: reduz a incidência de doenças cardiovasculares e o câncer; antioxidante; antialérgico e antibacteriano.
  • Chá oolong: antioxidante; antimutagênico e antibacteriano.
  • Chá preto: anticarcinogênico; antimutagênico; antioxidante; melhora das funções vasomotoras;  auxilia na redução do peso e da circunferência abdominal; reduz a incidência de doenças cardiovasculares e o câncer e auxilia na redução do colesterol total  e do LDL; 

Plantas que também produzem chás

Outras plantas usadas para produzir os chás, possuem princípios ativos diferentes da Caméllia sinenses, mas também apresentam propriedades medicinais, como a hortelã, camomila, erva doce, capim-cidreira.

Princípio ativo: mentol

  • Chá de hortelã: combate a contração muscular brusca e infecções estomacais e intestinais.

Princípio ativo: anetol

  • Chá de erva doce: estimula as funções digestivas.

Princípio ativo: citral

  • Chá de capim-cidreira: calmante; sedativo; repelente de insetos; auxilia na melhora de problemas gastrointestinais, no tratamento de diabetes e úlceras gástricas.

Princípio ativo: camazuleno

  • Chá de camomila:  ação antiespasmódica; calmante e carminativo.

Todos esses chás devem ser preparados com infusão, que consiste em colocar água quente, sob as folha das plantas secas ou frescas sem deixar que ferva, para que o princípio ativo presente nas plantas medicinais não sofra alteração, perdendo assim seus benefícios a saúde.

Que tal preparar os chás medicinais de forma correta, a partir de agora, seguindo os passos dessa receita de chá digestivo?

Chá de Hortelã

Ingredientes:

  • 3 colheres de café de hortelã in natura ou desidratada( 1,5 gramas).
  • 150 ml de água fervida.

Modo de preparo:

Coloque á água para ferver, assim que levantar fervura despeje sobre as folhas de hortelã  e abafe. Aguarde até que a temperatura abaixe. Tome em seguida.

Observação: O chá de hortelã não deve ser utilizado em caso de obstruções biliares, danos hepáticos severos e durante a lactação. Na presença de cálculos biliares, consultar um médico ou nutricionista, antes de usar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *