Beterraba na hora do treino

Versátil, a beterraba vai bem crua, cozida, ralada, assada (na forma de chips), na sopa ou no suco. A verdade é que ela é a queridinha das mamães pelo seu valor nutritivo, porém, o vegetal vem conquistando os praticantes de atividade física devido ao seu teor de nitrato que pode melhorar o rendimento e retardar a fadiga muscular após o exercício.

Os pigmentos naturais responsáveis pela cor da beterraba, chamados betacianina, têm uma poderosa atividade anti-inflamatória e antioxidante. E em 2016, um estudo publicado no European Journal of Applied Physiology4 mostrou que a beterraba ajuda a diminuir a dor muscular e acelera a recuperação de atletas após um circuito de exercícios intensos de salto.

Isso mesmo, a beterraba que tem custo acessível e fácil de encontrar pode ser uma aliada para quem deseja melhorar sua performance. Isso porque, ela é um dos vegetais ricos em nitrato, o qual é precursor de óxido nítrico, uma substância que promove vasodilatação dos vasos, levando mais nutrientes e oxigênio aos músculos, o que melhora o desempenho durante o treino.

E não são apenas os atletas que se beneficia com o consumo dela, quem é hipertenso pode usar para auxiliar no controle da pressão arterial e das doenças cardiovasculares.

O ideal para adquirir essas vantagens é consumir a beterraba crua, podendo ser usada no pré-treino como fonte de energia e vasodilatadora ou no pós-treino para otimizar a recuperação muscular.

Combine com frutas e outras vegetais e aposte na beterraba.

 

Suco energizante

Ingredientes:

1 beterraba crua

1 xícara de espinafre

2 rodelas de gengibre

200 ml de água de coco ou suco de duas laranjas.

 

Preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e consuma sem coar antes da atividade física.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *