Entenda o impacto do açúcar na sua saúde

Você sabia que os efeitos do vício em açúcar são similares aos da cocaína? É o que revela um estudo da Universidade de Queensland, na Austrália.

Quando consumimos açúcar há a liberação de dopamina, uma reação similar a outras drogas, e esse estímulo, quando repetido, torna-se viciante. O resultado são alterações de humor e dependência neuro-hormonal.

Pesquisas realizadas no Brasil apontam que o nosso país é o 4º maior consumidor de açúcar do mundo. Enquanto a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) para alimentos consumidos com açúcar é 10%, aqui o consumo é de 16,3%.

Com isso, novos compromissos sobre saúde foram firmados para reduzir a adição de açúcares em bebidas e alimentos industrializados.

Uma dieta padrão é de 2.000 calorias, sendo que a presença de sacarose máxima é de 50g, sendo que cada 1g equivale a 4 calorias.

Quantidade de açúcar nos alimentos

A quantidade concentrada é muito maior em produtos industrializados. Alguns itens, isolados, podem exceder a quantidade consumo diário de uma só vez!

Você sabe quanto de açúcar contém nos produtos industrializados?

  • 1 latinha de refrigerante de cola – 30,3 g;
  • 1 barra de cereal – 10 g;
  • 1 copo de suco industrializado – 30 g;
  • 2 balas de caramelo – 30 g;
  • 200 ml de néctar de uva – 22 g;
  • 20 g Achocolatado em pó – 10,9 g;
  • 100 g de biscoito recheado – 41 g;
  • 200 g de bebida láctea sabor morango – 20 g.

Viu como é fácil ultrapassar a quantidade de açúcar consumida por dia? Caso esse aumento seja expressivo e contínuo, pode causar sobrepeso, cáries, diabetes e doenças cardiovasculares.

Isso incentivou o fotógrafo Antonio Rodríguez Estrada a criar o SinAzúcar.org, um projeto que mostra a quantidade de açúcar em diferentes produtos industrializados, usando cubos de açúcar como comparação.

As alternativas naturais e artificiais

A cada dia temos mais pesquisas que mostram os malefícios do consumo de açúcar, em especial os refinados, e isso incentiva as pessoas na busca por alternativas.

Desse modo, o consumo de adoçantes (edulcorantes) está em alta e tem sido alternativa no cotidiano das pessoas.

Existem dois tipos de adoçantes: os naturais, que são extraídos da natureza e sem nenhum processo químico; e os artificiais, produzido em laboratório ou que passam por processos químicos.

Adoçantes Naturais

  • Xilitol
  • Taumarina
  • Estévia
  • Sorbitol
  • Eritritol

Adoçantes artificiais

  • Aspartame
  • Acessulfame de potássio
  • Sacarina
  • Ciclamato de sódio

 

Contudo, é importante entender que mesmo com o baixo nível calórico desses adoçantes, cada um possui as próprias particularidades, positivas e negativas.

Por exemplo, o ciclamato de sódio deve ser evitado por indivíduos hipertensos ou complicações cardiovasculares. É essencial ter a orientação de um médico ou nutricionista antes de iniciar o consumo contínuo de qualquer adoçante.

O que achou de conhecer mais sobre o açúcar que está na sua alimentação todos os dias? Este é o primeiro texto que tratar do tema, e que será aprofundado nas próximas semanas.

Fique de olho no blog Cooper Gente, acompanhe nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade. Enquanto isso, aproveite para aprender mais sobre a sua alimentação e os impactos na sua vida, seja melhorando a energia ou mesmo no acompanhamento da depressão.

Um comentário em “Entenda o impacto do açúcar na sua saúde
  1. Dislaine

    Adorei o tema e a matéria

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *